MAILCHATBUSCA
Página inicial
Sexta-feira, 22 de março de 2002
Sexta-feira, 22 de março de 2002










 
• Brasileiro descobre uma estrela e vira celebridade mundial

Um brasileiro entrou para a história da astronomia. Ele descobriu uma estrela a milhões de anos luz da terra.

Paulo Cacella vive no mundo do dinheiro, do sobe e desce da taxa de câmbio. Ele trabalha no Banco Central. Mas quando o expediente acaba, vai para o mundo da lua.

"É como se eu saísse de um mundo e entrasse em outro porque moro num lugar que é quase uma fazenda, você vai entrando numa outra realidade e as estrelas aparecem no céu", conta ele.

Astrônomo amador desde os 9 anos, ele montou em casa um observatório particular e foi lá que fez uma descoberta que já entrou para a história da ciência. Do terraço de casa em Brasília, às 23h do dia 8 de março, Paulo descobriu uma estrela, uma Supernova.

Um ponto quase invisível, que fica numa galáxia, a 60 milhões de anos luz de distância da terra. A Supernova é uma estrela no fim da vida. Ela explode e morre. A simulação mostra a explosão de uma Supernova.

A luz produzida pela explosão viajou por 60 milhões de anos e chegou à terra a ponto de ser visível pelos telescópios mais potentes. Foi nesse momento, que o Paulo apontou o telescópio dele para o céu, na hora certa, na direção certa.

A União Astronômica Internacional batizou a estrela do brasileira com o nome de 2002 BO. E o nome de Paulo corre o mundo na internet. Descobrir uma Supernova é importante porque ajuda a estudar a origem e o destino do universo. Uma emoção tão grande, que ele a descreve assim:

"É a mesma sensação de você ser chamado num campo de futebol, na decisão do campeonato, você está na torcida, o sujeito te chama, você entra e faz o gol", diz Paulo. 
Veja a série de reportagens especiais sobre a fome no Brasil
Adolescentes eram dopados
Série de reportagens sobre a fome ganha prêmio Ayrton Senna de jornalismo
Chipkevich era especialista em hebiatria
Granada contra a dengue
Itália teme volta do terrorismo
Suíços acusados de biopirataria são condenados a pagar multa de R$ 214 mil
Oito pessoas já morreram por causa do soro Ringer Lactato
Boatos fazem o dólar disparar na Argentina
Fracassa tentativa americana de destituir o diretor da Opac
Maternidade da Santa Casa de Misericórdia, em Mogi das Cruzes, foi interditada
Confira o comentário de Arnaldo Jabor
Polícia descobre quadrilha de seqüestradores que incluía três advogados
Projeto que dá direito à licença-maternidade segue para sanção presidencial
Leiloada a camisa com que Pelé marcou seu primeiro gol numa Copa do Mundo
Anthony Zinni mantém esforço pelas negociações de paz na Cisjordânia
STJ abre inquérito contra juízes Ricardo Regueira e Antônio Ivan Athié
Mulher ganha o direito de morrer na Grã-Bretanha