Quasares e Pulsares

 

Home
Up
Cometas
Planetas e Satélites
Asteróides
Estrelas Próximas
Estrelas Duplas
Estrelas Variáveis
Estrelas Novas
Aglomerados Abertos
Aglomerados Globulares
Nebulosas Difusas
Nebulosas Planetárias
Novas e Supernovas Extragalácticas
Galáxias
Aglomerados de Galáxias
Quasares e Pulsares

 

Quasares e Pulsares


Apesar de serem objetos de natureza bastante distintas, os quasares e pulsares têm em comum o fato de terem sido descobertos na mesma década e de pertencerem a astronomia modernna.

Os pulsares foram descobertos pelas emissões rápidas e periódicas de rádio que emitiam. Chegou-se a pensar que se tratava de vida extraterrestre !! de fato são estrelas de neutrons, rodando a velocidades extremas e com uma densidade de matéria inconcebível.

Os quasares são objetos mais exóticos ainda. Supõem-se que sejam núcleos de galáxias ativas, ou talvez tenham origem em gigantescos buracos negros... Fato é que imagina-se que estejam localizados a distâncias extremas no universo. Seu brilho supera, em muito, o de galáxias situadas a mesma distância.

Tivemos a oportunidade e o indescritível prazer de fazer a imagem de um dos mais distantes...

Perguntas e Respostas sobre Quasares e Pulsares

Pulsar em Remanescente de Supernova - Messier 1

Observada pelos chineses no ano 1054, essa supernova dominou o céu boreal durante alguns meses. Hoje seus restos se expandem a velcidades incríveis e, em seu coração, bate acelerado um pulsar, uma estrela de neutrons. O pulsar gira a cada 0.033 segundos e tem algumas milhas de diâmetro. Na imagem é a mais fraca das duas estrelas geminadas próximas ao centro da nebulosa.

Quasar PKS 2000-330 - Imagem M. Palomar

Aqui temos a imagem de comparação obtida com telescópio Oschkin Schmidt de 1.5m do Monte Palomar

Quasar PKS 2000-330

Aqui podemos ver a diminuta imagem desse, supostamente, longínquo objeto, situado nos confins do universo observável

Quasar PKS 2000-330

Essa história que eu vou contar mostra o alcance filosófico e romântico da astronomia... Há cerca de 12 bilhões de anos atrás foi marcado um encontro. Alguns fotons sairam de um distante quasar, uma galáxia que dispara energias inconcebíveis, provavelmente devido há um gigantesco buraco-negro, rumando para uma longínqua galáxia no futuro. Passou-se a metade do percurso e sequer a estrela que era o seu destino havia nascido. O fóton percorreu inimagináveis espaços vazios... Faltando 5 bilhões de anos para chegar acendeu-se uma distante estrela, que hoje chamamos de Sol e formaram-se os planetas. A vida animal surgiu há uns 600 milhões de anos, quando o foton ainda estava dez vezes mais distante do que o aglomerado de galáxias da Virgem. Há 65 milhões de anos a Terra foi alvo de uma catastrofe devastadora que deu fim aos dinossauros. Faltando dois milhões de anos, os primeiros hominídeos ocupavam a Terra e o fóton estava a uma distância igual a da galáxia de andromeda. Já dentro da nossa galáxia, há 5 mil anos

Quasar PKS 2000-330

viu a civilização egipcia florescer.Eu nasci e a tecnologia evoluiu para que pudessemos realizar o nosso encontro programado desde o inicio dos tempos...Há umas cinco horas atras, o foton, já no nosso sistema, adentrava a orbita de Plutão e eu estava nos preparativos finais. Até que há poucos momentos deu-se o encontro do destino... Após transpassar nossa atmosfera ele colidiu com os equipamentos e forneceu a imagem que agora podemos ver eletronicamente... O quasar PKS 2000-330 é um dos mais distantes objetos já detectados pelo homem. Ele viaja a cerca de 92% (275000 km/s) da velocidade da luz em fuga de nós. Seu z é igual a 3.78, indicando que a linha Lyman alfa do ultravioleta (121.6nm) está no espectro visível. O milagre da tecnologia permitiu que nós, com um equipamento modesto, pudessemos ter o prazer de detectar essa maravilha do universo.

29.07.01 01:00 UT. HX516 binned - 10x25 seg SCT10" F/4

 

Quasar 3C273 em Virgem

Esse quasar brilha com magnitude 12.8 na constelação de Virgem. essa imagem foi obtida com uma lente fotográfica de 200mm. Supõe-se que esse objeto se situa a uma distância superior a um bilhão de anos luz de nós.

 

Perguntas e Respostas sobre Quasares e Pulsares

O que é um Quasar ?

Com o surgimento dos radiotelescópios vários estudos foram feitos no sentido de coletarem-se informações a respeito de fontes de rádio. Algumas dessas fontes eram tremendamente potentes e tinham como contraparte visual objetos que se assemelhavam a estrelas. Analisando o espectro luminoso percebeu-se que esses objetos apresentavam um grande desvio das linhas espectrais para a parte vermelha. Esse fenômeno tem sido interpretado como uma prova da expansão do universo. Caso os quasares realmente estejam a grandes distâncias devem ser objetos de energias fantásticas, provavelmente ligados a super-buracos negros, com mais de um bilhão de massas solares. O nome Quasar vem de Quasi Stellar Object - Objeto quase estelar, em função de suas semelhanças com estrelas.

Hoje em dia há controvérsias sobre a sua natureza e origem. Já captamos um quasar com desvio para o vermelho (redshift) de 3.7. As recentes pesquisas apontam objetos com z de 5.7.

Quasares têm relação com buracos negros?

Provavelmente sim, em virtude das espantosas energias que são liberadas.

Porque os quasares podem ser poderosas fontes de rádio?

No centro de um quasar os elétrons são acelerados e, ao passarem por fortes campos magnéticos, percorrem caminhos helicoidais liberando energia (chamado efeito síncrotron) através de ondas de rádio.

Quanto tempo duram os quasares?

Não se sabe, mas é fato de que eram mais presentes nas fases iniciais do universo.

Quasares são objetos ao alcance do amador?

Salvo algumas heróicas tentativas, o amador consegue apenas gerar algumas imagens em CCD. A análise espectral necessita de telescópios muito poderosos. O quasar 3C273 em virgem é o único ao alcance de pequenos telescópios, com magnitude 12.8. A maioria tem brilho inferior a magnitude 17.

O que é um Pulsar?

Na década de sessenta detectou-se emissões de ondas de rádio com temporização. Hoje sabemos tratarem-se de estrêlas de neutrons. São estrelas muito pesadas que não tinham massa suficiente para virar um buraco negro. O mais famoso pulsar é o da nebulosa do carangueijo ( Messier 1 )

 

Home | Up | Cometas | Planetas e Satélites | Asteróides | Estrelas Próximas | Estrelas Duplas | Estrelas Variáveis | Estrelas Novas | Aglomerados Abertos | Aglomerados Globulares | Nebulosas Difusas | Nebulosas Planetárias | Novas e Supernovas Extragalácticas | Galáxias | Aglomerados de Galáxias | Quasares e Pulsares

This site was last updated 04/07/02